Cirurgia Plástica das Pálpebras

ou Blefaroplastia

A blefaroplastia melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. Consiste na retirada do excesso de pele e de bolsas de gordura das pálpebras. A cirurgia plástica de blefaroplastia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

 

Condições tratáveis

 

• A cirurgia da pálpebra superior remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores,

 

• Pele frouxa ou flacidez que cria dobras, alterando o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão, e pode ser tratada com cirurgia de pálpebra superior,

 

• A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele na pálpebra inferior,

 

• Bolsas sob os olhos podem ser corrigidas por blefaroplastia,

 

• A cirurgia de pálpebra inferior pode corrigir queda das pálpebras inferiores.

 

Durante a blefaroplastia, trabalhamos as configurações da musculatura e das peles palpebrais e ressecamos ou mobilizamos as bolsas gordurosas, buscando configurá-las dentro de um determinado limite, imposto pela anatomia individual e história de vida de cada paciente. Pequenas rugas nas laterais dos olhos, na glabela e nas pálpebras inferiores podem não ser tratadas por limitação da técnica.

 

Mostrar Mais

Informe ao seu médico seus problemas de saúde

 

• Doenças nos olhos, tais como, glaucoma, olho seco ou descolamento de retina,

 

• Distúrbios da tireóide, tal como, a disfunção de Graves, e hipo ou hipertireoidismo,

 

• Doenças cardiovasculares ou diabetes.

 

 

Procedimento cirúrgico

 

Etapa 1 – Anestesia

 

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa ou anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

 

Etapa 2 – Incisão

 

As linhas de incisão da blefaroplastia são planejadas para deixar as cicatrizes bem escondidas, dentro das estruturas naturais da região das pálpebras. A queda da pálpebra superior pode ser corrigida através de uma incisão na prega da pálpebra superior, permitindo o reposicionamento dos depósitos de gordura, a contração dos músculos e dos tecidos, e/ou a remoção do excesso de pele. A pálpebra inferior pode ser corrigida com uma incisão logo abaixo da linha inferior do cílio. Através desta incisão, o excesso de pele nas pálpebras inferiores é removido. Uma incisão transconjuntival, ocultada dentro da pálpebra inferior, é uma técnica alternativa para corrigir imperfeições da pálpebra inferior e redistribuir ou remover o excesso de gordura.



Etapa 3 – Fechando as incisões

 

Incisões na pálpebra são fechadas com:

 

• Suturas removíveis ou absorvíveis,

 

• Adesivos de pele,

 

O cirurgião plástico pode usar um peeling químico ou laser para remover a coloração escura das pálpebras inferiores.

 

Curativo

 

Após o procedimento ser concluído, use uma pomada lubrificante e faça compressas frias no local. Em alguns casos, os olhos podem ser cobertos com gaze.


Serão dadas instruções especiais, incluindo 

 

Como cuidar dos seus olhos, medicamentos para aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia ou seu estado de saúde e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

 

A cicatrização inicial, após a cirurgia, pode apresentar inchaço, irritação, olhos secos, hematomas e desconforto que podem ser controlados com medicamentos, compressas frias e pomada. Pode, também, haver irritação nos locais das incisões. Podem ocorrer alterações visuais nos primeiros dias após a cirurgia, principalmente, pelo edema que ocorre no local.

 

Sintomas como olhos irritados ou sensação de areia nos olhos são esperados no pós operatório, principalmente, se já ocorriam antes da cirurgia. A síndrome do olho seco é patologia normal após a quinta década de vida, tendo seus sintomas exacerbados ou desencadeados com a blefaroplastia.

 

Caso ocorram alterações cicatriciais (o que é raro), existem tratamentos que podem ser empregados, na tentativa de melhorar o aspecto.

 

Embora a blefaroplastia possa corrigir determinadas condições permanentemente, há o envelhecimento natural. Ao longo da vida, é preciso que haja proteção solar adequada para ajudar a manter os resultados.

 

A Dra. Márcia Brandão atende pacientes para blefaroplastia em seu consultório no Catete, Rio de Janeiro RJ.  

 

Referência: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

 

Compartilhar:

Veja algumas dúvidas sobre a Blefaroplastia

Se desejar, marque

uma consulta

Siga-nos nas  Redes Sociais

Seja Bem Vindo

Agende a sua consulta

A satisfação com o corpo contribui para o bem-estar, mas a preocupação com a saúde deve estar sempre em primeiro lugar. 
 

 

    21 2245.5758

         

    21 98460.3063

  Rua do Catete, 311 sala 909

   Catete - Rio de Janeiro - RJ

 

© 2016. Todos os direitos reservados a Dra. Márcia Brandão.