Cirurgia Plástica para levantar

as Mamas ou Mastopexia

Comumente referida como cirurgia de lifting de mama, a mastopexia reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama.

 

A cirurgia de mastopexia não altera, significativamente, o tamanho dos seios ou preenche a parte de cima da mama (colo). Portanto, se você, além de levantar, também, quiser ter mamas mais volumosas, considere associar a inclusão de implantes de silicone (mamoplastia de aumento) à mastopexia.

 

Os seios da mulher, muitas vezes, mudam com o tempo, perdendo sua forma jovem e firmeza. As alterações no volume e a perda da elasticidade da pele podem ocorrer devido a:

 

• Gravidez

• Amamentação

• Oscilações de peso

• Envelhecimento

• Gravidade

• Hereditariedade

 

Às vezes, a aréola torna-se alargada ao longo do tempo, e a mastopexia poderá reduzi-la. O procedimento pode ter um caráter rejuvenescedor, já que o perfil conseguido no pós-operatório é o de uma mama jovem e firme.


 



Mostrar Mais

Será uma boa opção para você se:

 

• Estiver fisicamente saudável e mantiver um peso estável,

 

• Não fuma,

 

• Tem expectativas realistas,

 

• Está incomodada com a sensação de que seus seios perderam forma e volume,

 

• Seus seios têm forma alongada ou estão pendentes,

 

• Quando não sustentado, seus mamilos se posicionam abaixo do sulco da mama,

 

• Seus mamilos e aréolas apontam para baixo,

 

• Tem pele flácida e aréolas alargadas,

 

• Uma das mamas é mais baixa que a outra.

 

 Importante saber:

 

• A cirurgia pode interferir nos procedimentos de diagnóstico,

 

• Piercing na mama e no mamilo pode causar infecção,

 

• A cirurgia plástica de mama ou mastopexia não interfere na gravidez, mas, se você estiver planejando ter filhos, deve saber que a pele da mama pode estirar, podendo perder os resultados da mastopexia, com a possibilidade de dificuldade de amamentação após a cirurgia.

 

 

Procedimento cirúrgico

 

A mastopexia pode ser realizada através de uma variedade de técnicas de incisão. A técnica adequada para você será determinada com base em:

 

• Tamanho e forma da mama,


• Tamanho e posição de suas aréolas,


• Grau de flacidez da mama,


• Qualidade e elasticidade da pele, bem como, a quantidade de excesso de pele.

 

Portanto, a cicatriz resultante pode ser de tamanho variado, aumentando de acordo com a intensidade da flacidez cutânea pré-existente.

 

 

Etapa 1 – Anestesia

 

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem a anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

 

 

Etapa 2 – Incisão

 

Há três padrões comuns de incisão:

 

• Ao redor da aréola (periareolar),

 

• Ao redor da aréola e verticalmente para baixo da aréola, em direção ao sulco da mama,

 

• Ao redor da aréola, verticalmente para baixo da aréola, em direção ao sulco da mama e, horizontalmente, ao longo do sulco da mama.

Etapa 3 – Remodelando os seus seios

 

Após as incisões:

 

• O tecido mamário subjacente é levantado e remodelado para melhorar a firmeza e o contorno da mama,


• Nessa etapa, pode-se realizar a inclusão de implantes de silicone (sob a glândula ou músculo) para melhorar o formato e aumentar o volume.

 

• O mamilo e a aréola são reposicionados,

 

• Se necessário, aréolas ampliadas serão reduzidas através da excisão de pele ao redor,

 

• A pele em excesso é removida para compensar a perda de elasticidade.

 

 

Etapa 4 – Fechando as incisões

 

Após a remodelação, o excesso de pele é retirado e as incisões fechadas. Algumas linhas de incisão são escondidas nos contornos naturais da mama, no entanto, outras são visíveis na superfície da mama. As suturas são feitas em profundidade dentro do tecido mamário para sustentar os seios recém modelados. Suturas, adesivos de pele e/ou fita cirúrgica podem ser utilizados para fechar a pele.

Curativos

 

Após o procedimento, serão colocados curativos sobre as incisões.

 

Será necessário usar uma bandagem elástica ou sutiã para minimizar o inchaço e sustentar a mama.

Serão dadas instruções especiais, incluindo

 

Como cuidar de seus seios após a mastopexia (lifting de mama), medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir os riscos de infecção, preocupações específicas a procurar no local da cirurgia ou em sua saúde geral e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

 

Caso ocorram alterações cicatriciais, existem tratamentos que podem ser empregados, na tentativa de melhorar o aspecto, inclusive o disfarce com pigmentação da aréola e da cicatriz.

 

Com o tempo, seus seios podem continuar a mudar devido ao envelhecimento, à gravidade ou alterações no peso, sendo assim, as mamas podem voltar a “cair’.

 

A Dra. Márcia Brandão atende pacientes interessados na maxtopexia em seu consultório particular no Rio de Janeiro RJ – Catete, zona sul.

 

Referência: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Compartilhar:

Se desejar, marque

uma consulta

Siga-nos nas  Redes Sociais

Seja Bem Vindo

Agende a sua consulta

A satisfação com o corpo contribui para o bem-estar, mas a preocupação com a saúde deve estar sempre em primeiro lugar. 
 

 

    21 2245.5758

         

    21 98460.3063

  Rua do Catete, 311 sala 909

   Catete - Rio de Janeiro - RJ

 

© 2016. Todos os direitos reservados a Dra. Márcia Brandão.