Cirurgia Plástica Facial

ou Lifting Facial 

Cirurgia da Face – Lifting Facial

 

Se você estiver incomodada com sinais de envelhecimento em seu rosto, o lifting da face pode ser ideal para você.

Tecnicamente conhecida como ritidoplastia, a cirurgia da face consiste na retirada e reposicionamento dos tecidos da face, com o intuito de melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço tais como:

 

• Flacidez no terço médio da face,

 

• Vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores,

 

• Vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca,

 

• Gordura que tenha atrofiado ou sido deslocada,

 

• Perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada,

 

• Pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

 

 

 

Para sua realização, podem ser tratados a testa (lifting frontal), as pálpebras, as bochechas, os lábios, o queixo e o pescoço, tendo cada região sua abordagem específica, que pode envolver ressecção de pele, reposicionamento de estruturas,preenchimentos e peelings. Durante a ritidoplastia, trabalhamos as configurações da musculatura e a pele facial, moldando-as, dentro de um determinado limite, imposto pela anatomia individual e história de vida de cada paciente. Após reconfiguradas as estruturas profundas, ajustamos a pele por sobre estas.

 

O facelift só pode ser realizado cirurgicamente; tratamentos não cirúrgicos de rejuvenescimento não proporcionam os mesmos resultados, mas podem ajudar a retardar o momento em que o facelift torna-se adequado, além de complementar os resultados da cirurgia plástica.

 

 

Procedimento Cirúrgico

 

 

Etapa 1 – Anestesia

 

Medicamentos são administrados para seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

 

Vários outros procedimentos podem melhorar, ainda mais, o resultado do facelift, incluindo:

 

• Implantes faciais,

 

• Aumento de tecido mole para remodelar a estrutura facial,

 

• Técnicas de peeling, dermoabrasão ou laser para melhorar a tonalidade e a textura da pele da face,

 

• Redução de rugas por preenchimento.

 

 

Etapa 2 – Incisão

 

As incisões são posicionadas em áreas encobertas pelo cabelo ou por dobras naturais da pele, ficando, normalmente, pouco perceptíveis.

 

Dependendo do grau de mudança que você quer, as suas opções de cirurgia de ritidoplastia incluem um lifting tradicional, lifting com incisão limitada oulifting de pescoço.

Facelift tradicional

 

Uma incisão de lifting tradicional, muitas vezes, começa no couro cabeludo, na região temporal, continua em torno da orelha e termina na parte inferior do couro cabeludo. A gordura pode ser esculpida ou redistribuída na face, na papada e no pescoço. O tecido subjacente é reposicionado, comumente, nas camadas mais profundas da face, e os músculos são elevados. Uma segunda incisão, abaixo do queixo, pode ser necessária para corrigir a flacidez da musculatura (bandas do músculo platisma) e melhorar o aspecto de envelhecimento no pescoço.

 

Uma alternativa ao facelift tradicional utiliza incisões menores na região temporal, continuando em torno da orelha e, possivelmente, dentro das pálpebras inferiores.

 

 

Facelift de Pescoço

 

Flacidez da pele e da musculatura do pescoço e acúmulo de gordura sob o queixo (papada) podem ser corrigidos com lifting de pescoço. A incisão de liftingde pescoço começa, muitas vezes, na frente do lóbulo da orelha, passando por trás da orelha, terminando na parte inferior do couro cabeludo.

 

Etapa 3 – Fechando as incisões

 

Suturas ou adesivos de pele são usados para fechar as incisões.

Curativo

 

Quando o procedimento for finalizado, uma bandagem pode ser colocada delicadamente em torno de seu rosto para minimizar o inchaço e os hematomas. Um dreno pode ser, temporariamente, colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

 

 

Serão dadas instruções especiais, incluindo

 

Como cuidar do seu rosto, medicamentos para aplicar ou tomar por via oral para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção, cuidados específicos com o local da cirurgia e sua saúde geral e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

 

O traumatismo da face além de imprimir estresse mecânico à nova conformação facial pode levar à formação de hematomas tardios aumentando a chance de necroses e de formação de irregularidades.

 

Pode levar vários meses, para que o inchaço desapareça e, até seis meses, para que as linhas de incisão fiquem com aparência normal. Proteção solar permanente ajuda a manter a aparência rejuvenescida, minimizando o envelhecimento ou danos do sol. Além disso, um estilo de vida saudável, também, ajuda a prolongar os resultados obtidos com a cirurgia, dando-lhe aparência rejuvenescida e jovem.

 

Uma vez cicatrizada, as linhas de incisão do lifting ficam bem escondidas no couro cabeludo e nos contornos naturais do rosto e do ouvido. Caso ocorram alterações cicatriciais, existem tratamentos que podem ser empregados, na tentativa de melhorar o aspecto.

 

Com o tempo, a pele da face irá afinar e isto pode levar a perda de um aspecto de vitalidade, sendo necessário consultar um dermatologista de sua confiança no pós-operatório tardio.

 

A Dra. Márcia Brandão atende pacientes para a ritidoplastia, facelift, lifting facial em seu consultório no Catete, Rio de Janeiro RJ.

 

Referência: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Compartilhar:

Face Lifting, Lifting Facial
whatsapp-logo.png

Veja algumas dúvidas sobre o Lifting Facial

Se desejar, marque

uma consulta