Cirurgia Plástica Íntima

A Cirurgia íntima ou, tecnicamente, Cirurgia plástica do púbis e/ou da genitália externa corrige alterações (congênitas ou adquiridas) da anatomia dessas regiões. Quando a conformação da região pubiana e da genitália externa se encontra fora dos padrões anatômicos de harmonia corporal geralmente aceitos, costuma ocorrer insatisfação e até, sérios problemas de ordem psicológica.

 

Tal fato pode ocorrer, independente da idade, raça, nível sociocultural e do grau da alteração. Esses transtornos psicológicos costumam comprometer o desempenho sexual por gerarem constrangimento e baixa autoestima.

 

Além disso, a questão pode não ser somente estética e psicológica mas, também, funcional. As características da forma e volume do púbis, dos grandes e pequenos lábios, distribuição pilosa, dentre outras, sofrem alterações ao longo da vida por vários fatores. 

 

Dentre as alterações mais comuns, estão: 

 

• Hipertrofia dos pequenos lábios (é a mais freqüente),

 

• Hipertrofia do púbis e/ou grandes lábios por acúmulo de gordura, com ou sem flacidez de pele,

 

• Hipotrofia da gordura do púbis e/ou grandes lábios.

 

 

Procedimento cirúrgico

 

Etapa 1 – Anestesia
 

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa ou anestesia peridural. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

 

Etapa 2- Incisão

 

Cada alteração requer uma abordagem cirúrgica específica mas, basicamente, inclui:

 

As hipertrofias (púbis e/ou grandes lábios) são tratadas com lipoaspiração e ressecção do excesso de pele, quando existente. No púbis, a retirada de um “fuso” de pele na sua porção superior promove um efeito de lifting da região (pubisplastia). Nos grandes lábios, a ressecção é realizada próxima da sua borda e existem variados formatos de incisões.

 

A hipertrofia dos pequenos lábios é tratada realizando-se uma ressecção do excesso em sua borda, sendo que, o tipo de incisão varia conforme a técnica empregada (ninfoplastia).

 

As hipotrofias são corrigidas com enxertia de gordura obtida através de uma lipoaspiração.

 

Etapa 3-Fechando as incisões

 

As suturas costumam ser realizadas com fios absorvíveis, os quais não necessitam ser retirados. Quando há lipoaspiração/lipoenxertia, fios inabsorvíveis são utilizados e retirados em torno de 10 dias.

 

Curativos

 

Não se costuma aplicar curativos, quando a cirurgia plástica limita-se aos pequenos ou grandes lábios, para facilitar a higiene local. Na região do púbis, pode-se aplicar gazes e micropore sobre a incisão.

 

Serão dadas instruções especiais, incluindo

 

Como cuidar da ferida operatória após a ninfoplastia, medicamentos para tomar por via oral para ajudar a reduzir os riscos de infecção, preocupações específicas a procurar no local da cirurgia ou em sua saúde geral e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico.

 

Em torno de 40 a 60 dias, os pequenos lábios costumam apresentar resolução do inchaço e as cicatrizes estão, praticamente, imperceptíveis. Nas demais regiões, esse período de recuperação pode ser maior. 

 

Caso ocorram alterações cicatriciais, existem tratamentos que podem ser empregados, na tentativa de melhorar o aspecto.

 

Na cirurgia íntima em geral, apesar de aparente facilidade técnica, a quantidade de tecido a ser ressecada ou mantida, bem como, o volume de tecido adiposo a ser aspirado ou injetado, faz com que estes procedimentos estejam situados entre limites estreitos de segurança. Quando estes limites são ultrapassados, podem deixar problemas de difícil solução anatômica e conseqüências psicológicas pouco previsíveis.

 

A Dra. Márcia Brandão atende pacientes interessados em Ninfoplastia (Cirurgia Íntima) em seu consultório no Rio de Janeiro, RJ – Catete.

 

Referência: Felicio Y. Plástica do púbis e da genitália externa: duas décadas de experiência. Rev Bras Cir Plást. 2011;26(2):321-7.



Compartilhar:

Se desejar, marque

uma consulta

Siga-nos nas  Redes Sociais

Seja Bem Vindo

Agende a sua consulta

A satisfação com o corpo contribui para o bem-estar, mas a preocupação com a saúde deve estar sempre em primeiro lugar. 
 

 

    21 2245.5758

         

    21 98460.3063

  Rua do Catete, 311 sala 909

   Catete - Rio de Janeiro - RJ

 

© 2016. Todos os direitos reservados a Dra. Márcia Brandão.